Sobre as Manifestações

manifestação 1Há muito sendo dito a respeito das manifestações que estão ocorrendo pelo Brasil. De um lado, pessoas comemorando porque o “povo” parece finalmente acordar, saindo de uma apatia que durava décadas. Por outro lado, há quem diga que há um pequeno grupo manipulando a massa com fins políticos. Ao meu ver, creio que há o exagero na violência, embora, eu seja obrigado a confessar que gostei de ver o antro de porcos chamado ALERJ sendo invadido, bem como a tentativa de invasão do celeiro de ladrões e covardes chamado Congresso Nacional. Entendem a dualidade? Eu gostei de ver, mesmo sendo contra a violência. Talvez porque essa raça de políticos atuais, salvo uma meia dúzia, talvez menos, não desça mais em minha garganta.

Sobre a manipulação, o povo como um todo foi manipulado por praticamente 12 anos seguidos durante os governos Lula e Dilma. Na verdade, a classe média foi a maior manipulada. A razão é simples: os ricos ficaram mais ricos, por exemplo, os bancos privados nunca lucraram tanto durante os dozes anos supostamente governados por um governo de esquerda. Os ricos só ganharam e, quando pagam impostos, pagam como a classe média. Na outra ponta temos os mais pobres. Uma gente que nunca teve nada, nem mesmo o que comer. Para eles o governo deu o bolsa família, garantido eterna fidelidade eleitoral. Mas, em tese, eles continuam como estão, pois os políticos os querem assim. Não houve um programa que os ensinasse a pescar. O governo os manteve cativos. Tanto os mais ricos como os mais pobres só ganharam. Na verdade só os ricos ganharam, os pobres pensam que ganharam, pois, como não receberam a educação que lhes é garantida pela constituição, não sabem a diferença entre ganhar e perder.

manifestaçãoMas, a classe média é que foi realmente manipulada. Aos ricos, mais dinheiro e menos impostos. Aos pobres, esmola. À classe média o governo deu uma única coisa: CRÉDITO. Com ele essa classe pensou que estava realizando o “sonho americano”. Comprou carro em 60 vezes, apartamento em 360 vezes, fazendo a especulação imobiliária chegar aos limites do inimaginável, pois uma apartamento de 60 m2 no Rio de Janeiro é mais caro que uma casa em Miami. Com os cartões de crédito a classe média passava os finais de semana no shopping e comprava passagens de avião em 10 vezes para visitar Miami, trazendo camisas da Holister para provar que esteve na terra do Tio Sam. Mas o crédito é uma falsa ilusão de riqueza. No fim, os bancos estão ganhando com os juros, pois não existe essa história de 12 vezes sem juros. O governo leva o imposto decorrente da operação de crédito e ainda o importo sobre cada produto comprado pela classe média. Os banqueiros enriquecem, os cofres do governo enchem e o dinheiro é canalizado para as grandes construtoras e outras empresas lobistas, que devolvem aos políticos em forma de financiamento de eleições. Uma pequena parte vai servir de esmola no Bolsa Família.

manifestação 2E o que a classe média ganhou com tudo isso? Apenas dívida. DÍVIDA! Os dados estão aí para mostrar que a classe média está endividada. Se vendo endividada, percebe que não pode mais consumir como antes e vê que o sonho americano se transformou em pesadelo. O vazio existencial que antes era preenchido nos templos sagrados do capitalismos – os Shoppings, agora parece maior. Essa classe começa a buscar algo para preencher o buraco deixado. Alguém aparece propondo protestos e essa classe se lança nas ruas, deixando escapar toda uma energia concentrada. Ideologia, a classe média quer uma para viver. Não é mais possível viver iludido com o capitalismo de consumo, que enriquece banqueiros e empreiteiros, mas devasta o nosso planeta. O que falta agora é alguém para oferecer um rumo, uma direção, canalizar as forças. Talvez esse seja o começo do fim da era de manipulações que vivemos nos últimos doze anos, na qual os ricos ficaram mais ricos, os pobres foram comprados com comida e a classe média pagou a conta. No fim, os únicos que se deram bem foram os ricos e os políticos. Vamos para as ruas, mas não precisamos de violência. Vamos manter a insatisfação em alta. Vamos provar nas urnas que não estamos felizes com inflação, juros altos, pouco crescimento, serviços públicos de péssima qualidade e caros, falta de hospitais, educação de péssima qualidade etc.

Anúncios

Publicado em junho 18, 2013, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Demorou! Eu não acredito o que o nosso povo tem aguentado calado! Que alívio, despertamos!

  2. Apenas pergunto, quem colocaremos no lugar destes corruptos do poder???
    Não temos ídolos e um povo sem ídolo, não tem rumo!!! Este movimento vai gerar resultados, com isto também alguns aproveitadores, estes serão eleitos e mais uma vez nos trairá, como fez o Sr. Lula PAZ E AMOR!!!

Deixe sua opinião. Faça valer sua voz:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: